História em um Clic - Um Projeto ETEC PJ

A História é como uma máquina fotográfica: revela momentos históricos congelados no tempo e no espaço, mas sempre vivos em nossa memória.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Nimrod - O Criador da Globalização

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin


Mensagens : 53
Data de inscrição : 01/08/2010

MensagemAssunto: Nimrod - O Criador da Globalização   Seg Ago 02, 2010 1:50 am

Nimrod é uma das personagens mais curiosas da Antiguidade Mesopotâmica. Sua origem, embora lendária, encontra referência em inúmeros lugares daquela região, indicando que tenha sido histórico. Abaixo, vou inserir algumas informações que encontrei no Wikipedia e que comparei com outras obras que tenho em casa:

Nimrod (também grafado Ninrode ou Nemrod) é um personagem biblico descrito como o primeiro poderoso na terra (Génesis 10:8; 1 Crónicas 1:10). Filho de Cush, que era filho de Cam, que era filho de Noé.

Os escritos rabínicos derivaram o nome Ninrode do verbo hebraico ma·rádh, que significa "rebelar". Assim, o Talmude Babilônico (Erubin 53a) declara: "Então, por que foi ele chamado de Ninrode? Porque incitou todo o mundo a se rebelar (himrid) contra a Sua soberania." — Encyclopedia of Biblical Interpretation (Enciclopédia de Interpretação Bíblica), de Menahem M. Kasher, Vol. II, 1955, p. 79.

A respeito do nome , o orientalista E. F. C. Rosenmüller escreveu: "O nome Ninrode se deriva de [ma·rádh], 'ele se rebelou', 'ele desertou', segundo o significado hebraico." Rosenmüller explica ainda que "os orientais têm o costume de se referir muitas vezes às pessoas de destaque por outro nome dado após a sua morte, e por isso às vezes há uma notável harmonia entre o nome e os atos da pessoa".

Segundo a Bíblia, o reinado de Nimrod incluía as cidades de Babel, Arac (Araque), Acad e Calene (Calné), todas na terra de Sinear ou Senaar (Génesis 10:10). Foi, provavelmente, sob o seu comando que se iniciou a construção de Babel e da sua torre. Tal conclusão está de acordo com o conceito judaico tradicional.

Sobre este homem, Josefo escreveu: "Pouco a pouco, transformou o estado de coisas numa tirania, sustentando que a única maneira de afastar os homens do temor a Deus era fazê-los continuamente dependentes do seu próprio poder. Ele ameaçou vingar-se de Deus, se Este quisesse novamente inundar a terra; porque construiria uma torre mais alta do que poderia ser atingida pela água e vingaria a destruição dos seus antepassados. O povo estava ansioso de seguir este conselho, achando ser escravidão submeter-se a Deus; de modo que empreenderam construir a torre [...] e ela subiu com rapidez além de todas as expectativas." — Jewish Antiquities (Antiguidades Judaicas), I, 114, 115 (iv, 2, 3)

Parece que Nimrod estendeu o seu domínio ao território da Assíria e construiu ali "Nínive, e Reobote-Ir, e Calá, e Resem, entre Nínive e Calá: esta é a grande cidade" (Génesis 10:11, 12 NM).
A Collier’s Encyclopedia afirma: "Os peritos têm tentado, sem real êxito, identificar Ninrode com diversos reis, heróis, ou deidades antigas, dentre eles Merodaque [Marduque ou Marduc], um deus assírio-babilônico; Gilgamés [Gilgamesh], um herói babilônio que se tornou famoso como caçador; e Órion, um caçador da mitologia clássica". Na verdade, pouco mais se sabe sobre este governante do que aquilo que a Bíblia menciona. No entanto, a tradição árabe menciona-o. O nome, como Nimrude ou Nimroude, ocorre em designações de lugares no Próximo Oriente. Poemas didáticos sumério-acadianos relatam os seus feitos heróicos. E Josefo, historiador judeu, refere-se nominalmente a ele.

Segundo a tradição religiosa, Nimrod foi executado devido à sua rebelião contra Javé, o Deus de Noé. Os seguidores de Ninrode consideraram a sua morte violenta uma tragédia ou calamidade, e o deificaram. Comemoravam a sua morte anualmente no primeiro e segundo dia do mês lunar de Tamuz, quando as mulheres choravam o seu ídolo.



Ao que parece, esse homem foi o responsável pela criação da Torre de Babel, que pretendia ser, ao mesmo tempo, um grande Zigurate (torre erguida em homenagem aos deuses sumérios) e ao mesmo tempo uma proteção contra um possível segundo dilúvio. Também há alguns elementos que discordam dessas afirmações, b uscando identificar a construção da torre de Babel com Nabucodonosor, rei da Neobabilônia. De qualquer forma, Nimrod foi o primeiro a unificar todas as nações próximas sob um mesmo ideal, e a construção da Torre de Babel seria, simbólicamente, o resultado de uma ação que só seria possível em um ambiente de uma mesma cultura global. A confusão das línguas poderia indicar que o projeto de Nimrod falhou porque os vários povos unificados continuavam com propósitos diferentes, tornando impossível a realização de um projeto comum.

Agora, comente a respeito. Você acha que Nimrod realmente existiu? Ainda que ele não tenha existido históricamente, seu símbolo, muito utilizado no passado e lembrado no presente, possui alguma importância para nós? A história e a ideia de um mundo globalizado continua atual?

Professor Luciano Carvalho king
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://historiaemclic1a.forumaqui.net
Bruno Cavalcate



Mensagens : 5
Data de inscrição : 04/08/2010

MensagemAssunto: O meio fracasso de Nimrod.   Qua Ago 11, 2010 2:31 am

"Pouco a pouco, transformou o estado de coisas numa tirania, sustentando que a única maneira de afastar os homens do temor a Deus era fazê-los continuamente dependentes do seu próprio poder. Ele ameaçou vingar-se de Deus, se Este quisesse novamente inundar a terra; porque construiria uma torre mais alta do que poderia ser atingida pela água e vingaria a destruição dos seus antepassados. O povo estava ansioso de seguir este conselho, achando ser escravidão submeter-se a Deus; de modo que empreenderam construir a torre [...] e ela subiu com rapidez além de todas as expectativas." Eu acho que esse cara era muito persuasivo, e esperto , ele falou tudo que o povo queria ouvir, mas não conseguiu implantar a globalização, porque os pensamentos das pessoas eram completamente antagônicos(isso é basicamente o contrario da globalização que tem como objetivo tornar um mundo um lugar homogêneo). Mas consegui influenciar o povo a construir a torre, que era um desejo de todos pra impedir que sua cidade fosse destruída por dilúvios. Visando-o com um grande líder, já a questão de ter existido ou não, creio que sim porque alguma pessoa tinha que unificar os povos e essa pessoa existiu e tudo indica que é Nimrod.
Suspect
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Juliete



Mensagens : 2
Data de inscrição : 14/08/2010

MensagemAssunto: Re: Nimrod - O Criador da Globalização   Qui Ago 19, 2010 5:37 am

Acredito que ele realmente tenha existido, pois provavelmente foi ele que construiu Babel e da sua torre, com seus ideais a respeito da globalizacao e unificacao do povo que ate hoje sao utilizados, e por isso é lembrado tais ideias e sua importancia foi anexada na biblia =) beijos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Cristina



Mensagens : 9
Data de inscrição : 06/08/2010

MensagemAssunto: Re: Nimrod - O Criador da Globalização   Sex Ago 20, 2010 1:20 am

Eu acredito que ele não tenha existido , que fosse apenas um ser meio que ''idealizado''.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
lari



Mensagens : 4
Data de inscrição : 02/08/2010

MensagemAssunto: Re: Nimrod - O Criador da Globalização   Sab Ago 21, 2010 8:08 pm

Talvez ele não tenha realmente existido, como a Ana disse. Mas 'simbolicamente' o que ele fez, reflete no mundo atual onde tudo é extremamente globalizado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ana Cristina



Mensagens : 9
Data de inscrição : 06/08/2010

MensagemAssunto: Re: Nimrod - O Criador da Globalização   Dom Ago 22, 2010 7:50 pm

Exatamente. E inclusive, outros feitos que existem hoje , mundo globalizado, a sociedade pode acreditar que tenham sido obras de outros seres idealizados, como no caso de Nimrod.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin


Mensagens : 53
Data de inscrição : 01/08/2010

MensagemAssunto: Não apenas Globalização   Ter Ago 24, 2010 8:12 pm

Olá, pessoal!

Pensem que, entre os efeitos de Nimrod, ainda temos um outro que vai além da globalização: nossa necessidade de superação das diferenças, a busca por uma união de cultura e de linguagem, procurando, assim, criar um entendimento universal entre os homens.

E nós estamos encerrando aqui esse tópico.

A partir de agora, seguiremos com a Grécia, pessoal

Até breve nos próximos posts.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://historiaemclic1a.forumaqui.net
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Nimrod - O Criador da Globalização   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Nimrod - O Criador da Globalização
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» internet: será a marca da globalizaçao do dominio da besta?
» O Cosmo, o Criador e o Destino Humano
» (ENEM) Globalização
» A Globalização e a Igreja de Jesus Cristo
» JOVEM! (Ec.12.1-7) LEMBRA-TE DO CRIADOR.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
História em um Clic - Um Projeto ETEC PJ :: 1B - Clique aqui... :: Os Grandes Líderes-
Ir para: